Você sabe como identificar uma pessoa dependente de drogas?

Reading time: 4 minutes

dependente de drogas

Você sabe como identificar uma pessoa dependente de drogas?

Não é tão fácil identificar a dependência de drogas. Os amigos e, principalmente, a família demoram a perceber mudanças de comportamento e sinais que podem ajudar a identificar um familiar com problemas com este tipo de substância. Em parte, essa demora pode ocorrer pela crença da maioria das pessoas que “isso só acontece com os outros”.

Infelizmente, não é bem assim, e as dicas abaixo mostram as principais mudanças que podem ocorrer e que vão ajudar na difícil — mas necessária — tarefa de identificar se um membro da família é dependente de drogas.

SINTOMAS FÍSICOS DA DEPENDÊNCIA QUÍMICA

Ansiedade, irritabilidade, insônia, apatia, tremores (que, em geral, passam quando se usa a droga novamente), vômitos, dores abdominais, gastrite, diarreia, confusão mental, esquecimentos muito frequentes, convulsões, aumento de infecções são alguns sinais importantes de dependência química.

MUDANÇA DE COMPORTAMENTO

O comportamento do indivíduo como um todo, como interesse nas atividades sociais, no trabalho e no lazer ficam extremamente limitados em virtude do uso da substância entorpecente.
A pessoa se isola de todos e deseja permanecer cada vez mais sozinho. É comum a pessoa se ausentar com frequência e os horários de voltar para casa ficarem incertos. Não dizer aonde vai, onde foi ou ainda mentir sobre estas informações passam a ser um comportamento recorrente de um dependente.

ALTERAÇÃO RADICAL NOS INTERESSES PESSOAIS

Ocorre um visível desinteresse generalizado. Nada mais faz sentido para ele e nem dá prazer como antes. As atividades sociais, ocupacionais ou mesmo de lazer do indivíduo sofrem mudanças radicais em virtude do uso das drogas.

FALTA DE MOTIVAÇÃO

Já que as coisas param de fazer sentido para o dependente, nada mais o estimula como antes. Neste item, os sintomas são parecidos com o da depressão. O isolamento e a perda de interesse em tudo são nítidos.
Para identificar esta falta de interesse, uma boa prática é tentar se lembrar das atividades que a pessoa gostava de fazer e a convidar para te acompanhar nelas. Por exemplo: chame-a para assistir seu filme preferido, para visitar uma pessoa querida ou para comer seu prato predileto.

DIMINUIÇÃO DE RENDIMENTO NO TRABALHO OU NOS ESTUDOS

O compromisso com o trabalho e/ou o rendimento com os estudos sofre alterações muito visíveis, podendo chegar ao ponto de a pessoa parar de trabalhar e de estudar, se afastando de qualquer contato com colegas de trabalho e com os amigos da escola.

MUDANÇAS DE HUMOR BRUSCAS

O uso frequente de álcool e outras drogas pode causar mudanças abruptas de humor. Usar drogas com cada vez mais frequência, inclusive pela manhã, e a mudança de humor após alguns goles de bebida, no caso do álcool, por exemplo, são fortes indícios de dependência alcoólica. Um importante indício é a pessoa acordar irritada e apresentar melhora após beber logo pela manhã.

As mudanças bruscas de comportamento também ocorrem após ingerir, fumar, cheirar ou injetar drogas no corpo. Elas podem ocorrer assim que a droga começa a fazer efeito (o que, em geral, é muito rápido) e também quando o efeito acaba. Nesse momento, a pessoa pode ficar extremamente irritada e agressiva.

MUDANÇAS NO VESTUÁRIO

Os usuários de drogas injetáveis começam a usar camisetas de mangas compridas (mesmo no calor) para esconder as marcas de injeções. Também, podem usar a mesma roupa sem colocá-la para lavar por não perceber que ela está suja.

SUSTENTAÇÃO DO VÍCIO

Sustentar o vício tem dois significados e ambos são importantes. Um deles é a necessidade de dinheiro para comprar drogas. O outro é o uso cada vez mais frequente e, portanto, ficando cada vez mais difícil abandonar as drogas, ao sustentar a ação de se drogar.

Já a necessidade de arrumar dinheiro urgente e de diversas fontes — lembre-se que a essa altura, ele pode ter perdido ou abandonado o emprego — pode fazer com que os familiares percebam que esteja sumindo objetos e até móveis da casa. Este é outro sinal quase evidente que a pessoa tem problema com drogas.

O que achou desse artigo? Envie-nos um email ou faça um comentário abaixo sobre esse texto. Sua opinião é muito importante!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *